Tem criança na cozinha! Inauguração do Mini Cheff CDD

Negritude feminina assume as passarelas na Penha
24 de novembro de 2014
Livreteria Popular Juraci Nascimento: literatura de porta em porta no São Carlos.
28 de novembro de 2014
Exibir Tudo

Tem criança na cozinha! Inauguração do Mini Cheff CDD

Entre as tantas preocupações dos dias de hoje e o estilo de vida cada vez mais corrido, a alimentação saudável é muitas vezes negligenciada. Além disso, o acesso a certos ingredientes na mesa é uma questão de desigualdade social. Percebendo essa realidade, Juliana Ribeiro (19), moradora da Cidade de Deus, inaugurou na última segunda-feira do Mini Cheff CDD, projeto de reeducação culinária e alimentar com as crianças da sua comunidade.

Inauguração do Mini Cheff CDD!

O projeto, desenvolvido dentro da metodologia da Agência de Redes para Juventude em 2014, tem o objetivo de proporcionar um espaço de redescoberta do valor da alimentação, do contato com a cozinha e preparo da própria comida. Oficinas de culinária serão dadas a crianças de seis a doze anos de idade, sempre com um cardápio atrativo para o universo infantil, porém com ingredientes alternativos e mais saudáveis.

Para inaugurar suas atividades, o Mini Cheff  CDD estabeleceu uma parceria com a galera da Pizza do Amor, empreendimento especializado em pizzas saudáveis. O primeiro item do menu não poderia ser outro senão pizza! As crianças aprenderam a rechear a massa integral, sem glúten, e experimentaram o resultado depois.

“Muitas pessoas acham que a melhor parte é comer, mas eu achei que a melhor parte foi fazer, porque nunca na minha vida eu tinha feito uma pizza.” disse Yasmin Santos, de 11 anos. Assim como Yasmin, muitas outras crianças descobriram o quanto pode ser prazeroso e divertido fazer sua própria comida. Na cozinha da Associação Sementes da Vida (ASVI, importante parceira da Agência na CDD), divididas em duas turmas de horários diferentes, vinte e sete crianças já estão aprendendo e praticando as receitas.

Inauguração do Mini Cheff CDD!

A oficina de como fazer pizza, e ainda mais para crianças, foi uma novidade também para Lara Gama e Bruno Meyer, integrantes da Pizza do Amor.  Eles explicam que estão acostumados a vender as pizzas em feiras e eventos, mas nunca ensinaram a outros. “A gente nunca fez uma coisa assim, com crianças, nem com outras pessoas fazendo a pizza. Foi um desafio muito divertido!” conta Lara.

Os resultados desse primeiro dia foram positivos para o projeto. Juliana diz que achou um ganho importante algumas crianças passarem a gostar de berinjela, por exemplo, que foi um dos ingredientes usados no recheio da pizza. “Antes elas disseram que não gostavam, agora já gostam. Isso já é muito bom!” diz Juliana.

Os encontros seguem durante o mês de dezembro e novembro. No final desse primeiro ciclo, o objetivo é criar um prato original do projeto e um livro reunindo todas as receitas feitas nesse processo. De maneira instigante e divertida, questões importantes relacionadas à alimentação e a cidade são tratadas. Na Agência, existe uma frase muito importante que esse projeto traz à tona: não existe desejo sem agenciamento. A partir do desejo de Juliana e seu interesse em cozinhar, ela juntou ASVI, Pizza do Amor e as crianças da CDD para pensar a cidade através da comida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *