Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
Secretaria Municipal de Cultura

apresentam

Direto da Agência » 27.02.2016 - Conexões e Comunicação

O DESAFIO DE TREZE ENCONTROS

“Tenho a impressão de que vou aprender muito aqui pra conseguir realizar coisas que eu quero pra minha vida e  pra contribuir com esse projeto”, declarou Juliana Raquel, de 20 anos, uma das novas integrantes do Silvertape Festival, que integra skate, música e intervenções artísticas em Santa Cruz. O ano começou bem antes do carnaval na Agência de Redes para Juventude, e os bolsistas da Desencubadora já estavam a todo vapor para consolidar as ideias dos projetos elaboradas no Ciclo de Estímulos do ano passado.

Como parte da comemoração do aniversário de Davi Batista: apresentação do Silvertape na formação da Desencubadora.

“É preciso mudar o lugar de fala do jovem de favela, quebrando o estigma de alguém que não realiza”, comentou Ana Calixto, de 19 anos, que está desenvolvendo o Soltando Ideias, festival de pipa com intervenções teatrais em Santa Cruz. Durante um papo sobre direito à cidade no primeiro dia de formação, os jovens concluíram que a realização de ações no território também permite novos espaços de visibilidade na cidade.

Além do direito à cidade, a linguagem do projeto é um dos pontos abordados, assim como diversos outros pontos cruciais para o desenvolvimento de um projeto, como plano de mobilização e comunicação; público-alvo;  oficialização de parcerias e definição metodologias de ação. “Quero muito ver os cartazes rosas bastante chamativos nas estações do BRT”, conta a bolsista Milena Soares, do Femininjas (projeto de defesa pessoal para mulheres da Cidade de Deus). Os cartazes são uma das ações de mobilização de um dos três públicos-alvo do projeto: as diaristas da Cidade de Deus que precisam circular a cidade para trabalhar todos os dias.

BANCA DO SELO

A Banca do Selo é uma das últimas etapas para que o projeto entre de fato em ação. Todos os projetos se apresentam para a coordenação da Agência que analisa a forma de apresentação e as etapas de realização do projeto.

Segundo Elenice Silva, uma das criadoras do Cintegra (projeto de turismo histórico em Santa Cruz), existe uma mudança bem clara entre as duas fases vividas pelos bolsistas na Agência. “Da banca (primeiro ciclo) pra cá, a diferença é que a gente veio apresentar um projeto no campo da ação. É detalhar tudo que a gente vai fazer, e não apenas o que é”.

Rowena Valença, do Notas Viajantes, mostra suas medalhas da Agência.

 

SAIBA MAIS

||| DESENCUBADORA: O DESAFIO |||Desencubadora: uma palavra para projetos em ação.Saiba o que esses futuros realizadores estão pensando sobre essa nova fase de desenvolvimento de projetos.#AModaDoVerãoÉAgirNaCidade #Agência2016 #Desencubadora

Publicado por Agência de Redes Para Juventude em Sábado, 30 de janeiro de 2016

||| UM SÁBADO ANTES DA BANCA…. |||||| UM SÁBADO ANTES DA BANCA…. |||Os jovens integrantes da Desencubadora da Agência de Redes Para Juventude se preparam para responder às principais questões que vão nortear as ações de seus projetos no território.#AModaDoVerãoÉAgirNaCidade #Desencubadora #Agência2016 #SóVemSábado

Publicado por Agência de Redes Para Juventude em Sábado, 27 de fevereiro de 2016