Nova praça no Borel

Mãe também é modelo
16 de Abril de 2013
Agência no Fórum Cultural Olímpico e Paraolímpico 2013
20 de Abril de 2013
Exibir Tudo

Nova praça no Borel

Na tarde desta terça-feira, sentia-se um ar puro, ouvia-se o canto dos passarinhos e o barulho da água corrente. Entretanto, apesar do ar fresco e todo o verde que cerca o Borel, esxite muita sujeira e entulho pelas vielas. E também uma praça abandonada embaixo de uma quadra de esportes. É esta praça que as irmãs Isabela e Ana Clara dos Santos vão revitalizar através do seu projeto S. Rio. Os arquitetos Raul Smith e Flávio Nunes a visitaram neste dia para montar a planta.

Os arquitetos mediram e montarão planta do espaço.

O S.Rio começou a ser desenvolvido no último ciclo de estímulos da Agência de Redes para Juventude. Tendo passado por transformações durante a desencubadora, agora o projeto será de revitalização e ocupação cultural de uma praça – ainda sem nome – no Borel. A ideia é trazer diversos parceiros para realizar atividades no local. “Ela é o símbolo do abandono do poder público e a gente quer chamar atenção e dar um pouco de gosto para as pessoas que moram aqui”, diz Isabela sobre os objetivos do S.Rio e completa. “Vamos acompanhar vinte famílias e a cada mês vamos falar com cada faixa etária. Cada um tem uma visão diferente. Queremos internalizar as famílias no processo”.

O projeto fará pequenas – porém significativas – reformas no local, com trabalhos de paisagismo e colocação de bancos. Além de fazer da praça um símbolo do precariedade das ações públicas, a ocupação do local será uma maneira de abrir o diálogo entre os moradores e o governo.

O S. Rio acompanhará vinte famílias que mostraram como a comunidade se relaciona com o local.

“Agora nós vamos ler o projeto e sermos objetivos e pensarmos de maneira estratégica”, disse Raul sobre as ideias e forma de aproveitar o investimento inicial do S.Rio. “Quando estivermos com a planta vamos reunir todos os parceiros. Eu vejo muito é que dar uso é democratizar e pontencializar o projeto”, completa Flávio.

O S. Rio vai promover em maio mutirão para limpeza do local. Neste dia também haverá um debate e a escolha do nome da praça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *