GERAÇÃO QUE MOVE BENEFICIARÁ QUASE QUATRO MIL PESSOAS EM MAIS UMA ENTREGA DE CESTAS E LIVROS

JUVENTUDE, FAVELA E A PANDEMIA: CONHEÇA JULIANA CARMO
25 de junho de 2020
CONHEÇA OS DEZ ADOLESCENTES LÍDERES DO GERAÇÃO QUE MOVE
7 de julho de 2020
Exibir Tudo

GERAÇÃO QUE MOVE BENEFICIARÁ QUASE QUATRO MIL PESSOAS EM MAIS UMA ENTREGA DE CESTAS E LIVROS

Jovem líder Matheus Americano entrega cesta básica na favela do Para-Pedro, Zona Norte do Rio

A Agência de Redes para Juventude está apoiando mil famílias em situação de vulnerabilidade social que tenham jovens como responsáveis parciais ou totais pela renda da casa. Trata-se do projeto Geração que Move, iniciativa do UNICEF em parceria com Fundação Abertis e Arteris, realizado pela Agência na cidade do Rio. Com apoio do Instituto Unibanco, as mil famílias, com 3.800 pessoas no total, vão receber pela terceira vez no próximo fim de semana cestas básicas, livros, e kits de higiene. Elas foram mapeadas por dez duplas de jovens e adolescentes que integram o time do Geração que Move e por organizações parceiras em mais de 50 favelas e periferias das zonas Norte e Oeste do Rio de Janeiro.

Cada uma das mil famílias tem uma história para contar. Lincoln Lee Leite, mais conhecido como Nash nas batalhas de rap da favela do Para-Pedro, onde mora, é um dos jovens representando essas histórias. Ele tem 18 anos e mora com o pai, a mãe, e a irmã, que está grávida de nove meses. Nash ajuda na renda de casa com o salário do estágio. O pai conseguiu um emprego na área de montagem de respiradores em um hospital e a mãe é auxiliar de serviços gerais. Mesmo que empregados, eles tiveram os salários reduzidos. “Meus pais não falam diretamente, porque eles não querem me deixar preocupado, mas eu vejo que aqui em casa às vezes falta coisa, principalmente no final do mês. Antes da pandemia o mês todo era mais tranquilo. Agora, eu ouço minha mãe falando sobre economizar sabão pra lavar as roupas, sobre comprar uma dúzia de ovos”, relata o jovem.

Além das cestas, Nash participa de grupos no WhatsApp organizados pelas lideranças do Geração que Move com outros jovens do mesmo território. “Tem bastante interação, a Agência tem sido útil também nessa parte do conteúdo pra gente”, diz. Ele chama atenção para a comunicação e para o fato de os administradores serem jovens: “A Raissa e o Americano [dupla do Geração que Move no Para-Pedro] são jovens, assim como todos os outros membros. Isso facilita o diálogo, o convívio. Querendo ou não, quando as pessoas são mais velhas, a gente tem aquela situação de hierarquia, colocamos de alguma forma acima da gente. Quando é jovem, fica mais fácil”.

Em outro ponto da Zona Norte, no Complexo da Pedreira, mora mais uma jovem que vai receber o apoio do Geração que Move pela terceira vez. Thais Silva tem 23 anos e mora com o filho de três. Ela trabalhava como babá e fazia bicos como cabeleireira, mas durante a pandemia, ficou praticamente sem trabalho. “Consegui pegar as cestas com a Tainara [jovem líder do Geração que Move na Pedreira] e assim estou me mantendo, eu e meu filho. É uma ajuda muito grande, ainda mais com criança pequena em casa”, diz Thais.

Thaís do Espírito Santo é outra mãe de criança pequena que está na rede de jovens apoiados pelo Geração que Move. Ela mora com o filho de sete anos no conjunto João XXIII, em Santa Cruz. O sustento que vinha das vendas no calçadão do bairro parou de chegar durante a pandemia. “Conseguir montar minha banquinha aqui. Abri em janeiro e em março tive que fechar por causa da pandemia. Foi um prejuízo grande para mim, e um desespero, porque minha fonte de renda era vender na rua”, explica a jovem. Ela diz que, no bairro onde não costuma chegar apoio e onde as pessoas necessitam de tudo, um projeto como o Geração que Move faz muita diferença. No próximo fim de semana essa diferença vai chegar pela terceira vez, em forma de cestas básicas, livros, e kits de higiene. Pelas mãos de jovens e para jovens.

12 Comentários

  1. Alisson matheus silva do Nascimento disse:

    Vcs estão de parabéns com esse projeto tem ajudado muito a minha família

  2. rosemere gomes da silva disse:

    Essa campanha ta ajudando muito parabens. Geracao que move

  3. rosemere gomes da silva disse:

    Essa campanha ta ajudando muito parabens. Geracao que move vc fazem trabalha exelente cada um de vcs sao especiais que deus abencoe cada um e abencoe vcs nessa pandemia

  4. Maiara pinheiro dos Santos disse:

    Muito bonita ação que vocês fazem e eu me sinto uma privilegiada por participar desse projeto lindo que vocês vêm ajudando muita gente

  5. Mayara cristina da costa silva disse:

    Muito bom

  6. Mayara cristina da costa silva disse:

    Gostei muito muito obg

  7. George Luiz Boente disse:

    É uma linda iniciativa que a rede para juventude está fazendo, a importancia desta atitude é absoluta, a solidariedade é o A’s do baralho e deve ser o sobrenome de nós, brasileiros. Meus parabéns a agência!!

  8. ANA PAULA MAURÍCIO DA SILVA disse:

    Parabéns muito obrigado por ajudar minha família

  9. Adriano Wagner Souza da Silva disse:

    Parabéns pelo que vcs estão fazendo durante essa pandemia estar ajudando muito.obrigado

  10. Carolina disse:

    Que iniciativa e projeto incríveis! . Sou muita grata por essa ajuda ❤

  11. Kamilly disse:

    Parabéns adorei agradecidamente por tudo Deus e bom.

  12. Obrigada por ajudarem muitas famílias que precisam de uma ajuda a mais, assim como a minha família e dos outros jovens. Geração que move vocês são incríveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *