FASE consolida apoio aos projetos desenvolvidos na Agência

Mãe também é rede
14 de Fevereiro de 2013
Jornalista vai ao Cantagalo à procura do piano do Bela Arte Jazz
23 de Fevereiro de 2013
Exibir Tudo

FASE consolida apoio aos projetos desenvolvidos na Agência

A segunda-feira após o carnaval começou com a consolidação do apoio da FASE aos projetos da Agência de Redes para Juventude. Boca de Lixeira, CDD na Tela, Conexão Cultural, Costureiras da Paz, Da CDD para o Mundo, Estilo Favella, Portal Provisom, Providenciando Vidas e Reciclart se reuniram com Cleia Silveira, na sede da FASE para a assinatura do contrato que confirma o repasse de R$ 122,5 mil pela instituição a estes projetos. O anúncio dos ganhadores foi feito no seminário Todas as Redes, em novembro de 2012.

A FASE – Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional  – foi fundada em 1961. Durante sua trajetória, apoiou diversos movimentos sociais que buscassem reforçar o desenvolvimento comunitário. Apoiou também outras causas, como a erradicação do trabalho infantil. Em 1985,  foi criado o Serviço de Análise e Assessoria de Projetos (SAAP).

Cleia Silveira, coodenadora da SAAP/FASE, diz como a juventude foi entrar no âmbito das ações da instituição. Há 12 anos, antes da consolidação de políticas para juventude por parte do Estado brasileiro, a FASE, via Fundo de Apoio Estratégico, criou dois editais nacionais: ‘Mulheres e Direitos’ e ‘Juventude e Direitos’.

“Nós não conceituamos juventude”, explica Cleia. “Nós esperamos para ver as propostas dos jovens para conhecermos as necessidades deles”, completa a coordenadora que define o fundo como uma  linha de apoio social e organização da juventude. As bases do prêmio e do contrato firmado com os projetos criados na Agência de Redes para Juventude são herdeiras desses editais.

A reunião consistiu na leitura e assinatura do contrato, mas também foi um momento de troca de experiências muito grande. “Muitos grupos de jovens pelos quais passei não têm isso [relação democrática] como lógica”, diz Cleia sobre que tipo de relação que os grupos de jovens podem construir, diferente de uma lógica estritamente empresarial e hierárquica. Ou seja, os integrantes devem estabelecer uma relação transparente na condução do projeto.

Cleia destacou também algumas mudanças pelas quais os projetos vão passar, como administração do dinheiro do prêmio. “Nós confiamos em vocês, pois vocês já passaram por uma experiência de co-gestão na Agência, mas agora vocês terão mais autonomia de gerenciar o próprio dinheiro”, complementa.

“Já mandei mensagem para três amigos dizendo que a parada tá séria”, diz Joice Pires, do Boca de Lixeira, iniciativa de meio ambiente do Cantagalo/ Pavão-Pavãzinho. Ela completa dizendo que a confiança depositada pela FASE nos projetos aumenta a confiança que ela própria tem no seu trabalho.

Carolina Meireles, do Conexão Cultural, projeto de ocupação artística do Viaduto do mercado popular na Cidade de Deus, diz que com o apoio da FASE, o projeto cresceu. “Não esperava que a gente chegasse nesse nível. O projeto agora tá grandão, não é mais uma ideia”. Seu companheiro de trabalho, Marcelo Magano, completa:  “É importante pra gente participar dessa história, tanto pela história da FASE, quanto pelos projetos que passaram por ela”.

Cleia Silveira destaca que a grande inovação da Agência de Redes para Juventude é unir os diferentes. Ela ressalta que o público da Agência não é aquele jovem já engajado em causas sociais, mas sim qualquer jovem. “Ver todas as juventudes, do jovem inorgânico ao universitário, é considerar todos como  intelectuais, tratar como indivíduo”, completa Cleia que também considera importante a criação de uma equipe de comunicação, pois muitos projetos pequenos ficam desconhecidos em todo Brasil.

A parceria dos projetos com a FASE vai durar 1 ano. Mesmo que cada projeto tenha suas particularidades, todos mostram que os jovens de favela tem a capacidade de gerir a própria vida, ou como afirma Cleia:  “o jovem é capaz de ser um sujeito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *