Debaixo de 40º, CAB coleta 25 litros de óleo no Batan

Jovens criam produtora de audiovisual para dar visibilidade a projetos da CDD
28 de Fevereiro de 2013
Um festival de dança que gera impacto no território
1 de Março de 2013

Os jovens do projeto CAB – Conscientização e Arte Batan realizam coletas mensais de óleo de cozinha junto a comércios e residências cadastrados em um banco de doadores da comunidade do Batan, zona oeste do Rio de Janeiro. Caio Vinícius, 19, Alan Lopes, 18, e Roberto Junior, 20, reaproveitam o material para produção de sabão, que distribuem como uma forma de agradecimento aos doadores. O CAB está desenvolvendo também um detergente líquido, produzido a partir do óleo usado. Para isso, eles precisam que o material coletado esteja com poucos resíduos de frituras, o que é raro nas andanças do grupo.

O óleo que sobra é vendido à cooperativa CoopReal, em Realengo, vinculada ao Programa Estadual de Reaproveitamento de Óleo Vegetal (PROVE), realizado pela Secretaria de Estado do Ambiente e pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA), e atua como uma intermediária.

Na última quinta-feira (21), a coleta rendeu 25 litros de óleo. Caio Vinícius, idealizador do projeto desenvolvido desde 2011 na Agência de Redes para Juventude, não pôde participar da coleta pós-carnaval porque estava resolvendo questões de seu recrutamento na Aeronáutica. Roberto e Alan conduziram a ação sob calor elevado, com a temperatura em torno de 40º.

Os jovens começam a coleta atravessando o Batan por uma passarela da Avenida Brasil

 

 

 

 

 

Os jovens mapearam 22 pontos de coleta que envolvem moradores e comércios do Batan dispostos a doar o óleo de cozinha usado. Antes da ação, a padaria e pizzaria Alena, por exemplo, doava o óleo utilizado para uma senhora que levava restos de comida para seu cachorro, que dizia que também fazia sabão com o material recolhido. “Eu não sabia das questões ambientais de se jogar o óleo pela pia, que vai para o esgoto. Me conscientizei através das ações do CAB, o qual considero um bom projeto do Batan”, disse a funcionária Milene de Moraes, 23 anos, ajudante de cozinha.

22 pontos de coleta, entre moradores e comércio, foram mapeados pelos jovens

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assista aos jovens do CAB nesta coleta de óleo pelo Batan no vídeo abaixo.

Os comentários estão encerrados.