Chegou o Borel!

Alegria, alegria! São os jovens da Rocinha!
28 de setembro de 2012
Oeste da Bússola: Batan
3 de outubro de 2012

Os 38 dos 42 jovens que fazem parte do novo ciclo da Agencia de Redes para Juventude no Borel compareceram para aula inaugural que aconteceu no ultimo sábado 22, na Arena Jovelina Perola Negra . Todos os esforços foram feitos para que houvesse a presença de todos ou quase todos os jovens na aula inaugural. A mobilização da equipe foi fundamental para a presença de mais de 98% dos jovens da comunidade do Borel. A produtora Aline Cunha juntamente com a mediadora Luciana Chernicharo e a universitária Priscila Lacerda trabalharam em conjunto para que isso acontecesse.

Durante todo o percurso os jovens ficaram quietos, sérios e divididos. A produtora local bem que tentou puxa algumas brincadeiras para descontrair e fazer com que os jovens pudessem interagir entre si, porém não obteve nenhum êxito em suas tentativas.

Esses jovens fazem parte de um Borel dividido, composto por três comunidades: por Borel e Casa Branca, implantadas na encosta, e Chácara do Céu, no topo do morro. Essas comunidades fazem parte do Complexo do Borel, localizado dentro do bairro da Tijuca. Comunidades marcadas por conflitos, muitos deles a respeito da marcação de território, os moradores destas áreas também sofreram muito com a violência gerada pelo tráfico de drogas que durante muito tempo dominou o território.

Em Arena Cultural Jovelina Pérola Negra

Atualmente o complexo do Borel foi ocupado pela UPP – Unidade de Polícia Pacificadora.Com intuito de instalar e devolver a segurança e o direito de ir e vir aos moradores. Mas sabemos que tudo isso se dá por uma história que tem raízes enormes e as mudanças serão a longo prazo.

Ocorreu alguns percalços no trajeto Borel x Pavuna: o motorista não sabia o caminho e enfim algumas voltas foram dadas até finalmente chegarem a tão esperada aula inaugural.

Lá, apesar das distância inicial, os bolsistas do Borel se encontraram com jovens de outras comunidades do Rio de Janeiro. Curtiram algumas músicas, cantadas por eles mesmos ou pela MC Sabrina, e conheceram o pessoal dos projetos já em curso no complexo do Borel. Veja essa fala inspiradora de novos horizontes nas comunidades:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *