AGÊNCIA DE REDES PARA JUVENTUDE DOA CEM MIL REAIS A JOVENS ARTISTAS E PRODUTORES DE PERIFERIA

A IMPORTÂNCIA DOS PARCEIROS LOCAIS NO GERAÇÃO QUE MOVE
30 de julho de 2020
CLIPE SOU ‘MULHER, SOU POTÊNCIA’ DESTACA VIVÊNCIAS DE MULHERES JOVENS NAS FAVELAS DO RIO DURANTE A PANDEMIA
17 de setembro de 2020
Exibir Tudo

AGÊNCIA DE REDES PARA JUVENTUDE DOA CEM MIL REAIS A JOVENS ARTISTAS E PRODUTORES DE PERIFERIA

Agência de Redes para Juventude é ponte – e por meio de uma doação de cem mil reais, mais uma vez apoia jovens artistas e produtores de periferia. Foram mapeados 200 jovens de diversos territórios da cidade, do Complexo do Alemão à Santa Cruz; do Complexo da Maré à Pavuna. Eles também são diversos nas áreas de atuação. Trabalham com hip-hop, poesia, teatro, fotografia, produção cultural e tantos outras linguagens no campo das artes e da cultura. Mas há, especialmente agora, um fator comum entre todos eles.

A pandemia causada pelo novo coronavírus, que já tirou a vida de 110 mil pessoas no Brasil, também acentua desigualdades e destaca problemas antigos. Jovens de periferia que antes sentiam o peso de sustentar famílias inteiras hoje veem a pressão aumentar. Impedidos de atuar nas ruas e centros culturais do Rio, perderam a principal fonte de renda. Foi a percepção desse fator comum que fez a Agência de Redes para Juventude direcionar recursos aos jovens artistas e produtores de periferia.

Desde 2011, a Agência atua criando metodologias no Rio e na Inglaterra. Durante a pandemia, é parceira do UNICEF, da Fundação Abertis e Arteris com o projeto Geração que Move. A equipe da Agência atua com dez duplas de jovens e adolescentes de favelas e periferias, em duas frentes: produção de conteúdo com informações seguras e mobilização social em seus territórios, com a entrega de cestas básicas e livros. No Rio, o projeto tem apoio do Instituto Unibanco e do People’s Palace Projects.

2 Comentários

  1. Nós artistas precisamos mesmo desse apoio, principalmente agora nesse momento em que estamos vivendo.

  2. Marcelo Índio disse:

    Isso, precisamos de quaisquer ajudas, principalmente nós que trabalhamos o ano inteiro com confecção de fantasias para o tradicional Carnaval de Rua do Rio de Janeiro, não temos ajuda do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *