A Jornada do Guerreiro

Sábado de Imersão de Instrumentos e Formalização
4 de setembro de 2014
Sábado de Empreendedorismo na Agência
16 de setembro de 2014
Exibir Tudo

A Jornada do Guerreiro

O último sábado de produção para os jovens da desencubadora da Rede Agência foi uma pequena grande batalha para o planejamento de seus projetos. O instrumento do dia tinha o nome de Jornada do Guerreiro e o grande dedafio do dia foi o tempo – um tempo para desenvolver até o final do dia todos os objetivos, resultados, etapas e funções de cada integrante do grupo.

Jovem escreve as etapas de produção de seu projeto.

O cronômetro foi marcado para 1h30 de duração, e logo depois os jovens seriam chamados para apresentar sua produção do dia para todos que se encontravam naquele sábado no escritório da Agência de Redes Para Juventude.

Os grupos se apresentaram e todos que quiseram deram suas considerações, alguns exemplos delas foram:

1 – Fazer pesquisas de referência, ou seja, pesquisar materiais de empresas ou outros projetos que possuam ações ou objetivos parecidos, com o intuito de aumentar o repertório de ação, aprimorar, adicionar novas ideias ou produtos para o objetivo do projeto;

2 – Não guardar tudo na cabeça. De que adianta pensar em tudo se depois nada se lembra do que foi alcançado. É importante organizar todas as ideias e decisões no papel;

3 – Começar pequeno, principalmente quando se trata de projetos de ação grande e/ou duradoura.

Favela Jobs apresentando seu projeto, através dos objetivos e funções de cada integrante.

Outra dica foi dada por Elisângela Almeida (18), do projeto Caçamba Inteligente do Morro da Providência:

– Eu estava muito preocupada com o desenvolvimento do projeto porque achava que estava muito atrasada com o cronograma. Eu estava muito ansiosa, querendo correr com tudo, ainda mais pelo meu projeto ser de coleta seletiva, que não é algo simples e fácil de se fazer. Quando a Talita falou comigo, ela abriu meus olhos, me fez perceber que é preciso começar pequeno, pensar uma coisa de cada vez, para depois transformar em algo grande, senão o tamanho da demanda iria só me engolir – conta Elisângela.

Esse dia da  Jornada do Guerreiro foi corrido, mas a sagacidade e trabalho da galera durante toda semana venceu o tempo fácil.  Os grupos tomaram decisões importantes para a ação do projeto, e com isso deram um novo e grande passo nessa jornada. A partir de agora, a produção vai se tornar cada vez mais minuciosa e específica, por isso os jovens saíram da sede da Agência naquele dia já com outras missões para correr atrás para a próxima semana. A força e determinação está correndo por essas veias e faltam apenas duas semanas para a banca do selo, no qual os projetos serão aprovados para entrar em ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *