A internet como ferramenta de ação

Mapeamento de redes para jovens do PPG: por eles mesmos
17 de outubro de 2012
Redes na Cidade de Deus: o jovem da favela e suas representações
18 de outubro de 2012
Exibir Tudo

A internet como ferramenta de ação

No terceiro estúdio de criação na Providência, os jovens realizaram diversas atividades que buscassem o fortalecimento de suas ideias para agir no território. Na parte da manhã, tivemos uma atividade lúdica sobre o processo de agenciamento e criação de redes com diversas conexões sobre os projetos de cada um na Agência de Redes para Juventude. As palavras-chave deste sábado foram: Mapa, Redes e Representações do jovem da favela.

3º Estúdio de criação no morro da Providência

A internet para todos

O mais interessante é observar como estes jovens empreendedores estão se apropriando das ferramentas para fortalecer suas ideias, e a internet tem sido uma peça fundamental para ampliar suas REDES e os REPERTÓRIOS. Yanca Vitória é uma pequena menina, mas tem personalidade de gente grande. Foi surpreendente quando, ainda no momento do almoço, ela pegou o computador da mediadora Patrícia Andrade para pesquisar sobre o projeto que pretende desenvolver.

Yanca Vitória exibe o "Mapa das Potências" da sua ideia na Providência

A internet é um instrumento importante na metodologia da Agência, pois democratiza a informação e possibilita que todos acessem e disponibilizem conteúdos através da pesquisa e do compartilhamento de informações para o mundo inteiro. Um vídeo do “passinho do menor da favela” postado no Youtube é um ótimo exemplo de experimentação da internet como linguagem. Uma série de apropriações e remixes foi realizada após a publicação do vídeo em 2008. Hoje existe a Batalha do Passinho e até um documentário dirgido pelo cineasta Emílio Domingos, que estreou recentemente no Festival de Cinema do Rio – onde venceu o prêmio de melhor documentário na mostra Novos Rumos.

Além de ferramenta, a internet é usada como linguagem para dar formas às expressões culturais que emergem das favelas cariocas. Um exemplo disso é o próprio Facebook que a Agência de Redes para Juventude utiliza para fortalecer os diálogos com os jovens e incentivar a doação de links que contribuam para ampliar os repertórios ou para fortalecer as ideias que surgem nos Estúdio de Criação. Todos os sábados, você pode acompanhar a corbertura ao vivo dos Estúdios de Criação da Agência em sete territórios do Rio de Janeiro em nossa página na rede social. É só curtir!

A favela como Potência

Depois do almoço, foram colocadas as formas de “Representação do jovem de favela”. Através da descrição das “carências” e “potências”, podemos visualizar o olhar que cada um tem de si e do outro nesta representação. O momento também serviu para apresentar alguns trabalhos que buscam discutir e disputar a representação dos moradores de favelas e periferias.

Larissa Galdino apresenta seu Mapa das Potências

O mapa criado pelos bolsistas, com as descrições sobre parceiros em potencial e as contribuições que cada um pode dar à sua ideia, foi mais um movimento que estes jovens realizaram potencializar suas ideias e expressá-las.

A cada encontro, novas descobertas. Este é o percurso dos jovens da Providência nos estúdios de ciração da Agência. Espero que todos continuem buscando e criando um novo modo de estar na vida e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *