A IMPORTÂNCIA DOS PARCEIROS LOCAIS NO GERAÇÃO QUE MOVE

GERAÇÃO QUE MOVE PRODUCES ONE THOUSAND MASKS THROUGH DONATION FROM THE UK
29 de julho de 2020
Exibir Tudo

A IMPORTÂNCIA DOS PARCEIROS LOCAIS NO GERAÇÃO QUE MOVE

Entrega de cestas feita pelos parceiros da Biblioteca Paulo Freire, no Complexo do Chapadão

Em 2006, o professor Jocemir dos Reis fundou a Biblioteca Paulo Freire, no Complexo do Chapadão, e mais tarde, a Biblioteca Carolina de Jesus e a Tricicloteca Cultural Abdias do Nascimento. Ele é um dos parceiros da Agência no Geração que Move*. “Eu tenho o sonho de ajudar as pessoas da minha comunidade, sobretudo abrindo os horizontes. E sem os meus parceiros, seria impossível realizar as coisas que a gente realiza”, diz Jocemir.

Durante a pandemia, a parceria virou emergencial, para levar comida para as mesas do Chapadão. “Há uma sintonia [com o trabalho da Agência]. A minha preocupação é bastante local, com o Chapadão, que abrange quatro bairros: Costa Barros, Anchieta, Guadalupe e Pavuna, todos demarcados e marcados pela ausência do Estado e poder público, no sentido de esvaziamento de coisas que poderiam ser feitas”, afirma o professor. Com a ausência citada por Jocemir acentuada, as parcerias locais têm sido cruciais. “A gente recebeu mais de duas toneladas de alimento e produtos de limpeza por meio dessa parceria com a Agência de Redes, que é o Geração que Move”, diz o professor.

São 13 parceiros no total, que fazem a comida e os livros chegarem a favelas e periferias das zonas Norte e Oeste do Rio. Na Zona Norte, além de Jocemir e das bibliotecas no Chapadão, a Agência conta com o Museu do Graffiti, a Visão Restaurar, o pré-vestibular social Estudando Para Vencer, a Rede de Mototáxi da Palas, na Pavuna, a Escola Municipal Bélgica e as associações de moradores de Guadalupe e do Chapadão. Na Zona Oeste, são cinco parceiros: Comunidade Eclesial de Base (CEB), grupo Mariama, pré-vestibular Santa Cruz Universitário, Coletivo Nós e Movimento Territórios Diversos (MTD).

Por causa dessas parcerias, o Geração que Move está chegando aos jovens que mais precisam, de territórios como Nova Sepetiba, onde fica o MTD. “A maioria dos jovens daqui já é de baixa renda, e com a pandemia as coisas se tornaram ainda mais difíceis. Nos cadastros que fazemos têm jovens já com filhos, têm meninas grávidas, ou que deram à luz recentemente. A maioria não concluiu os estudos, trabalha como camelô de sinal, catadores de recicláveis, com moto táxi…Com o isolamento ficou tudo mais difícil para levarem o sustento a suas famílias”, explica Elizabeth Manja, fundadora do MTD.

A associação atua no ramo cultural e artístico, por meio de projetos e eventos com atividades socioculturais e socioeducativas, com foco na leitura, e tendo como público-alvo adolescentes e jovens. “Essa ação do Geração casa com as ações que o MTD está promovendo, sobretudo pelo foco na juventude. Muitos jovens que são responsáveis por suas famílias estão em situação de vulnerabilidade. Esse apoio veio somar para que pudéssemos oferecer ajuda de forma continuada a todos que estão no nosso mapeamento. É uma parceria muito importante”, conclui Elizabeth.

*O projeto Geração que Move é uma iniciativa do UNICEF em parceria com Fundação Abertis e Arteris e realizado pela Agência de Redes para Juventude na cidade do Rio. A equipe da Agência atua com dez duplas de jovens e adolescentes de favelas e periferias, em duas frentes: produção de conteúdo com informações seguras e mobilização social em seus territórios, com a entrega de cestas básicas e livros. No Rio, o projeto tem apoio do Instituto Unibanco e do People’s Palace Projects.

1 Comentário

  1. Tendo em vista eu sou um dos apreciadores desse trabalho que chegou num momento tão dificil em que nos envolveu essa pandemia atingindo de modo geral familias e trabalhadores que perderam seus empregos sua fonte sustentável recebem essa ajuda disse:

    Parabéns a todos que trabalham direto ou indiretamente com esse trabalho que faz brotar a esperança a cada família de saber lhe dando a mão e dizendo vocês não estão sozinhos.
    Parabéns mais uma vez por esse trabalho da REDE PARA JUVENTUDE que Deus abençoe a todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *