#5 Rap na Reta

450 Jovens, 450 Rios
31 de Março de 2015
#AgênciaMundo: Descolando na França
14 de Abril de 2015
Exibir Tudo

#5 Rap na Reta

Por Jeosanny Kym e Marina Moreira

Amanhã (11/04) é mais um dia de Rap na Reta. A quinta edição traz o estilo gangsta rap, marcado pela narrativa muitas vezes penosa das ruas da periferia. São cinco meses de atividades e muitos fluxos novos disparados pelo desejo de Marjan Aturma, Diogo Bardu e Mano Tim.

Para celebrar mais um sábado de reinvenção da cidade criada por jovens da perifa, separamos aqui cinco momentos e/ou elementos mais importantes que fazem dessa roda de rima ser uma das mais sagazes do Rio de Janeiro:

1 – Estar entre lugares

De acordo com Juliana Lage, bailarina e jurada da batalha de break da roda, uma das melhores coisas do Rap na Reta é colocar um rap de qualidade em lugar acessível.”O projeto é feito por jovens da Pavuna e a roda acontece no mesmo lugar, não é necessário pegar ônibus ou coisa parecida para chegar até o evento”, conta a jovem que também participou do primeiro ciclo da Agência da Pavuna.

O evento acontece entre as estações de metrô Engenheiro Rubens Paiva e Pavuna. Num espaço urbano em que as pessoas só habitam em dias e horários úteis ou onde só os carros transitam, a presença de mais de 150 pessoas (a média de público da roda) já deixa aquele ambiente com uma outra energia.

2 – Presença do Síntese rap

Um dos destaques das edições do Rap na Reta foi, sem dúvida, a participação do Síntese Rap, um dos grupos mais incríveis do rap atual. Saca só uma das músicas dos caras e imagina o que isso causou nas terras pavunenses:

 

3 – Edital de Ações Locais

O projeto começou a ser desenvolvido na Agência de Redes para Juventude durante o ciclo de estímulos de 2014, em maio. A primeira roda aconteceu em dezembro do mesmo ano (veja aqui a matéria sobre esse dia) com o financiamento inicial da Agência. O próximo passo após a inauguração é ingressar num dos campos mas difíceis para quem está começando: conseguir participar e ter a chance de ganhar um financiamento público.

O edital de Ações Locais – Edição 450 Anos abriu a possibilidade para que iniciativas da cidade do Rio de Janeiro pudessem ser financiadas via pessoa física ou MEI (uma das mais simples formas de formalização de pequenos prestadores de serviço). E assim, o Rap na Reta foi um dos 80 contemplados e vai colocar na rua mais 12 edições ao longo do ano.

Parte dos projetos criados a partir da metodologia da Agência. Mano Tim ao lado de Marjan Aturma (em pé, segurando o certificado).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 – A reunião de diversos parceiros locais.

Jocemir Moura é um coordenador da Biblioteca Paulo Freire, uma das bibliotecas comunitárias da região com 9 anos de atividades. “O 4º elemento do hip-hop é o conhecimento”, destaca Jocemir sobre o principal motivo da parceria entre a biblioteca e o Rap na Reta que se dá na distribuição de livros durante a roda. Já foram mais de 100 livros doados.

Além da biblioteca, a ORC (um coletivo de hip hop na Pavuna), ONG Rongo, Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, Quadrilha Filmes e Cine Vuna também são parceiros chegados que, do empréstimo do som à sala de reuniões, apoiam o crescimento da produção cultural na Pavuna.

Ritmo e poesia nas ruas da Pavuna

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 – Chapadão em outras perspectivas

Uma das grandes motivações para a criação do Rap na Reta sempre foi juntar, através do hip-hop, pessoas marcadas pela rivalidade entre as comunidades do Chapadão. Pra Adriano Núbis, morador da Pavuna (mais especificamente da favela Chico Mendes) e produtor da Roda Cultural do Village, o Rap na Reta é “uma ótima oportunidade de ter contato com artistas próximos,mas porém ‘distantes’ devido a essa rivalidade entre áreas”. Artistas como De Leve e Peso Lunar já marcaram presença em várias edições do projeto.

A quinta edição do Rap na Reta acontece amanhã, entre as estações Engenheiro Rubens Paiva e Pavuna, ás 19h. Na programação Mc Cachorro, Sir Crazy, Zero Dollar, LG Pluuh, Dj benny Jay e Nego Zu, além de uma debate sobre maioridade penal com MC Jovem Cerebral. Para saber mais, confirme presença no evento (clique aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *